31/out 2011

As melhores fantasias de Halloween da TV

Pois é, galera! Hoje é Halloween! A data quase não é comemorada por aqui, mas lá nos EUA é uma verdadeira febre. Não é à toa que todo ano a maioria das séries da TV americana dedicam um episódio especial ao feriado. Vamos ver algumas das fantasias mais legais que nossos personagens favoritos já usaram?

Cinco_ O Jeff de Community não queria ter muito trabalho com a fantasia. Bastou colocar um terno bacana e uma bola debaixo do braço e voilà: David Beckham!

 Halloween

Quatro_ Marshal e Lily, de How I Met Your Mother são mesmo o casal perfeito: até na hora de se fantasiar os dois pensam juntos. E resolveram se vestir como uma dupla bem inusitada: o pirata e seu papagaio.

 Halloween

Três_ Outro  casal que se fantasiou unido: Phil e Claire, de Modern Family, como um casal freak-bizarro-zumbi que assustava todas as criancinhas da vizinhança.

 Halloween

Dois_ Trocadilho infame no número dois. O Ross, de Friends, quis criar uma fantasia diferente, e usou todo o seu conhecimento científico para isso. O que é o que é? Uma batata com uma antena na cabeça. Spudnik (spud é batata em inglês). Hein? Hein?

Halloween

Um_ A melhor de todas: o Jim, de The Office, escreveu a palavra book no rosto, ou melhor, na face. Face + Book = Facebook!

Halloween

Categoria: Listas, Televisão

Tags: , , , , ,

19/set 2011

Os vencedores do Emmy 2011

Jane Lynch no Emmy

Surpresa, surpresa, não teve nenhuma. Aliás, o Emmy continua sendo a premiação mais chata entre as principais do showbizz. Mas teve Jane Lynch apresentando, Modern Family levando tudo entre as comédias, Mad Men foi a melhor série de drama, e as atuações de Kyle Chandler (Friday Night Lights), Julianna Margulies (The Good Wife) e Peter Dinklage (Game of Thrones) renderam merecidos prêmios. Confira os principais premiados nas categorias de séries de TV:

COMÉDIA
Melhor série: Modern Family
Melhor ator: Jim Parsons (The Big Bang Theory)
Melhor atriz: Melissa McCarthy (Mike & Molly)
Melhor atriz coadjuvante: Julie Bowen (Modern Family)
Melhor ator coadjuvante: Ty Burrell (Modern Family)
Melhor roteiro: Modern Family

DRAMA
Melhor série: Mad Men
Melhor ator: Kyle Chandler (Friday Night Lights)
Melhor atriz: Julianna Margulies (The Good Wife)
Melhor ator coadjuvante: Peter Dinklage (Game Of Thrones)
Melhor atriz coadjuvante: Margo Martindale (Justified)
Melhor roteiro: Friday Night Lights

Ah, Kate Winslet levou um prêmio pela atuação em Mildred Pierce.

Categoria: Televisão

Tags: , , , ,

22/ago 2011

Foto de família

Só porque falta menos de um mês para a 3ª temporada de Modern Family, uma das melhores comédias da TV atual. Awesome!

Modern Family

Categoria: Televisão

Tags:

25/jun 2011

As 5 melhores comédias da TV na atualidade

Desde que Friends acabou, muita gente decretou o fim oficial das sitcons. Essas pessoas estavam erradas. Nunca foi possível rir tanto em frente à TV quanto atualmente. Prova disso são essas cinco séries engraçadíssimas e totalmente viciantes que estão no ar na televisão norte-americana.

Parks & Recreation

Parks & Recreation
Talvez você, como eu, não tenha se empolgado ao começar a ver Parks & Recreation. Você talvez até, como eu, tenha abandonado a série após um ou dois episódios. Mas este post está aqui para que você, como eu, dê uma nova chance a Parks & Recreation e volte a ver a sitcom, tipo assim, HOJE! A primeira temporada não faz jus à genialidade deste programa, que faz uma sátira maravilhosa ao serviço público e sua conhecida morosidade e burocracia através de um mockumentário bem ao estilo The Office, em que Leslie Knope (Amy Poehler, fantástica) é uma funcionária pública que trabalha no departamento de parques da cidade de Pawnee, e ama e acredita em seu trabalho. Se a primeira temporada é apenas mediana, à medida em que a série avança (em setembro começa o quarto ano) os episódios vão chegando perto do genial. Não vou falar muito, porque ainda estou curtindo minha maratona de episódios, mas faça um favor a você mesmo: assista Parks & Recreation!

Community

Community
Outra série que eu descobri tardiamente, e ainda estou apenas na metade da primeira temporada. Mas foi o suficiente para me apaixonar! Community é daqueles programas que, após assistir a um episódio, você tem vontade de obrigar alguém mais a assisti-lo, só pra poder comentar. A série é totalmente diferente de tudo o que é feito na TV atualmente. A história é de uma faculdade comunitária para onde Jeff Winger (Joel McHale) vai quando tem seu diploma de Direito cassado. Lá, o (agora ex) advogado preguiçoso e desonesto, se vê liderando um grupo de estudos de espanhol, formado por personagens totalmente difuncionais (mas encantadoramente carismáticos) e completamente engraçados. As constantes referências à cultura pop (o personagem Abed, por exemplo, é um poço delas) são deliciosas e é dificil escolher o personagem mais interessante e engraçado. Pena que a audiência de Community não seja das mais empolgantes, e a série viva na berlinda da eliminação. Mas por enquanto estamos salvos, com a terceira temporada garantida.

Modern Family

Modern Family
Modern Family foi o grande destaque da temporada 2009-2010, e desde então vem ficando cada vez melhor. A química dessa família moderna é inegável, e é difícil escolher um personagem favorito. Se é Jay, o homem mais velho casado com uma voluptuosa colombiana, Gloria, mãe de um garoto reflexivo com uma cabeça de adulto. Se é o casal Mitchel e Cameron que, mais que um casal gay, é um casal cheio de neuras tentando criar uma filha adotiva, ou se é o núcleo familiar de Claire, uma mãe dedicada, e Phil, o pai narcisista e seus três filhos, Alex, a CDF da família, Hailey, a garota que só pensa em namorar e o garoto não muito esperto Luke. É da dinâmica entre os membros dessas família que vem toda a graça da série, que também é estruturada na forma de um mockumentário. E as histórias são engraçadíssimas. Ainda não vi um episódio de Modern Family que não rendesse pelo menos uma dúzia de boas risadas.

The Big Bang Theory

The Big Bang Theory
Dá pra medir o sucesso de uma série pelos elementos que ela incorpora à cultura pop como um todo. Ora, desde que The Big Bang Theory estreou, termos como Bazinga! viraram parte do vocabulário de muita gente. Não é à toa. A série é um apanhado de referências pop e nerd, e já tem uma mitologia consolidada em volta dos personagens. Por exemplo, aposto que você também fica esperando pra ver qual camiseta Sheldon vai usar em cada episódio. Os diálogos de TBBT, principalmente as falas de Sheldon, são uma metralhadora de piadas. Embora o destaque da série seja Sheldn Cooper, os outros personagens também são ótimos, e na atual temporada a adição da “namorada” de Sheldon, Amy, uma versão feminina do Dr. Cooper, tornou tudo ainda mais interessante. É, nunca foi tão cool ser nerd.

The Middle

The Middle
Pegue os personagens disfuncionais de Parks & Recreation e Community, as relações familiares de Modern Family e até uma pitada de nerdice de The Big Bang Theory e pronto: aí está The Middle! Não tem jeito: esta série é o meu atual xodó, e quase rolo de rir a cada episódio. A comédia é sobre a rotina de uma família de classe média nada normal. A narradora dos episódio é Frankie Heck (Patricia Heaton), uma vendedora de carros (a terceira melhor vendedora de uma concessionária que tem 3 funcionários) e mãe de família, que tem que lidar com o marido, Mike (Neil Flynn), um homem de poucas palavras e para quem a solução de tudo se resume a esportes, e os três filhos: Axl (Charlie McDermott), Sue (Eden Sher) e Brick (Atticus Shaffer). Axl é o típico adolescente rebelde, reclamão e que não gosta de nada. Sue é a personificação de uma perdedora. Ela nunca consegue fazer parte de nenhum grupo no colégio, mas ainda assim se mantém otimista e um tanto ingênua. Por exemplo, quando ela arruma um namorado, só ela não enxerga que o garoto é totalmente gay. Quando finalmente consegue entrar para o time de corrida do colégio, a garota quase morre durante um treino, simplesmente porque não quer tirar o moletom do time, mesmo com um calor infernal. Por fim, o pequeno Brick, um garotinho meio autista, viciado em leitura, e com o estranho (e engraçadíssimo) hábito de sussurrar pra si mesmo as últimas palavras que diz. Brick é muito inteligente, mas extremamente distraído. Acho que nem preciso dizer muito mais pra mostrar o quanto as situações de The Middle são encantadoras e muito, MUITO, engraçadas!

Categoria: Listas, Televisão

Tags: , , , ,


Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons.
Fósforo. © 2011 www.fosforo.blog.br