06/mar 2012

Parabéns, Gabriel García Márquez!

Hoje é aniversário do mexicano Gabriel García Marquez, um dos grandes nomes da literatura mundial e o autor do meu livro favorito: Cem Anos de Solidão.

Gabriel García Márquez

Para comemorar a data, o principal livro do autor ganhou hoje sua primeira edição digital, “só” 45 anos após a publicação original. E no Facebook, uma fanpage especial para a data está publicando frases e vídeos de Gabriel durante todo o dia. Para fã nenhum botar defeito. Só faltou mesmo um doodle hoje, não é não?

Categoria: Livros

Tags: ,

19/out 2011

O Meme Literário de Um Mês – Dia 19

19– Qual é o livro que você leu, gostou e recomenda para todo mundo ler também?

Sem dúvidas, Cem Anos de Solidão. Já falei sobre ele aqui, quando disse que gostaria de visitar Macondo. Li esse livro pela primeira vez com uns 14 anos, e depois disso repeti a leitura várias vezes. A obra de Gabriel García Márquez é cheia de fatos que ultrapassam o possível, mas antes que se perceba, a gente já comprou o realismo fantástico do livro e fica louco pra fazer parte daquele universo e, quem sabe, conhecer a família Buendía. A impressão que temos é que estamos ouvindo aquelas histórias que nossos avós contam, jurando de pé junto que são verdadeiras, sobre nossos antepassados.

Cem Anos de SolidãoO livro acompanha a história dos Buendía na fictícia Macondo, passando por várias gerações de uma família que começa com um casamento entre primos. O medo de José Arcadio e Úrsula, por conta disso, é ter um filho com rabo de porco, o que não acontece. No entanto, os Buendía têm uma propensão quase genética à solidão.

Durante o livro vários episódios fantásticos vão se sucedendo à medida em que avançam as gerações. Assim, temos por exemplo o cigano Melquíades, que morre e ressuscita várias vezes durante a obra, ou um surto de perda de memória que acomete toda a população de Macondo. É nesse universo que  livro se desenvolve, até o último Buendía.

Sempre indico esse livro, que é fácil um dos meus favoritos, e já presenteei para amigos mais de uma vez. Acredito que, se tivesse que escolher um livro apenas para ler e reler, seria este. Chega a ser uma vergonha o fato de eu não ter uma edição decente dele. A minha é daquelas que saíram em uma coleção veiculada por um jornal. Eu queria mesmo é essa da imagem que ilustra o post.

Ah, uma última dica: leia o livro com uma folha de papel à mão, para ir desenhando a árvore genealógica dos Buendía. É fácil se perder no meio de tanta gente, principalmente porque vários deles têm o mesmo nome.

Este post faz parte do Meme Literário de Um Mês 2011, proposto pelo blog Happy Batatinha. Participe, e leia os outros posts que fiz para o projeto.

Categoria: Livros

Tags: , ,

12/out 2011

O Meme Literário de Um Mês – Dia 12

12– Se você pudesse conhecer um lugar/mundo que só existe nos livros, qual seria?
Por que?

Bom, dos lugares ficcionais da literatura, descartei logo a Terra Média, Westeros, Panem ou Hogwarts, porque são ambientes um tanto perigosos para se fazer um passeio. Resolvi escolher um lugar mais tranquilo, familiar. Estou falando de Macondo.

Macondo

Macondo é a vila fictícia criada por Gabriel García Márquez no clássico absoluto Cem Anos de Solidão. Já na primeira página do livro, Márquez descreve Macondo como “uma aldeia de vinte casas de barro e taquara, construídas à margem de um rio de águas diáfanas que se precipitavam por um leito de pedras polidas, brancas e enormes como ovos pré-históricos”. É um lugar onde o real e o fantástico se misturam, onde as pessoas vivem mais de 120 anos, e as várias gerações da família de José Arcadio Buendía, fundador de Macondo, se misturam. Chega a ser difícil descrever a magia de Macondo para quem nunca leu o livro, mas quem já leu há de concordar que é um belo lugar para se conhecer.

E para quem não sabe, Macondo foi inspirada na cidade de Aracataca, onde Márquez viveu parte de sua infância.

Este post faz parte do Meme Literário de Um Mês 2011, proposto pelo blog Happy Batatinha. Participe, e leia os outros posts que fiz para o projeto.

Categoria: Livros

Tags: , ,


Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons.
Fósforo. © 2011 www.fosforo.blog.br