20/mai 2011

Review – Desperate Housewives – 7ª Temporada

Diga o que quiser sobre Desperate Housewives, mas a verdade é que poucas séries ainda me deixam contando os dias para ver um novo episódio. Esta sétima temporada, em especial, tem sido considerada por 10 em cada 10 fãs como uma das melhores que a série já apresentou. E esse up pra mim tem um grande responsável: Mark Moses!

Mark Moses, o Paul Young de Desperate HousewivesA volta de Paul Young foi o grande acontecimento da temporada. O marido da falecida narradora da série, Mary Alice, retornou a Wisteria Lane com a intenção de se vingar dos vizinhos que não o apoiaram quando ele foi preso pela morte forjada de Felicia Tilman (na verdade, ele havia matado a irmã de Felicia, Martha Huber). A história de redenção de Paul, que de vilão absoluto acabou acolhendo nossa torcida e afeição, mostra o grande ator que Moses é, e fecha um arco de história que havia começado lá na primeira temporada.

Outra história deixada para trás e que voltou nessa sétima temporada foi a da morte da mãe de Carlos Solis. A verdade vem à tona, e Carlos descobre que sua mãe foi atropelada por Andrew, gerando o rompimento entre ele e Bree. A briga só se resolve no último episódio da temporada, de forma brilhante.

Nossas donas de casa desesperadas não tiveram um ano fácil. Bree se envolveu com um rapaz mais novo, lidou com o alcoolismo do filho e até com o retorno de Orson. Gabrielle descobriu que sua filha Juanita foi trocada na maternidade, ficou obcecada com uma boneca de louça e ainda teve que lidar com um fato assustador de seu passado. Lynette esteve às voltas com o novo emprego de Tom, o que causou uma rachadura em seu casamento. Susan, que ficou pobre, teve que arrumar um emprego nada convencional (o que gerou algumas das cenas mais engraçadas da temporada) e ainda se submeteu a um transplante de rim.

Vanessa Williams, a Renee Perry de Desperate HousewivesMas nem só das personagens principais viveu essa sétima temporada. A chegada de Vanessa Williams como Renee, uma antiga amiga de Lynette, trouxe novos ares a Wisteria Lane. E como é bom ver uma atriz do nível de Vanessa em Desperate Housewives. Ao final da temporada, a impressão que se tem é que ela faz parte do elenco desde o começo, tamanho o entrosamento. Isso sem citar  a frágil Beth Young (Emily Bergl) e a maluca Felicia Tilman (Harriet Sansom Harris). Não sei quanto a vocês, mas eu ficava arrepiado de medo a cada aparição dela.

A temporada termina de forma magistral, e só os minutos finais já fazem com que o episódio que fecha o sétimo ano de Desperate Housewives seja o melhor dos 23, e nos deixe esperando ansiosamente para a oitava (e talvez penúltima) temporada da série, com a frase que encerra a temporada resoando em nossa mente:

A coisa que mais une os amigos é um segredo que muda tudo

Desperate Housewives 7ª Temporada

 

Categoria: Televisão

Tags: , , , , , ,


Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons.
Fósforo. © 2011 www.fosforo.blog.br