27/jul 2011

Dexter em Os Simpsons?

Os Simpsons - DexterQuase isso! No episódio especial de Halloween desse ano de Os Simpsons, Ned Flanders começa a acreditar que está recebendo ordens celestiais para matar certas pessoas. Já foi divulgada, na Comic-Con, uma cena do episódio, que vai ao ar no dia 30 de outubro, em que Ned faz as vezes de Dexter, numa cena que emula a abertura do seriado. Imperdível! Veja:

 

Categoria: Televisão

Tags: ,

27/jul 2011

Sem idade para morrer

Muito tem-se falado sobre o fato de Amy Winehouse, assim como vários outros ídolos, ter morrido aos 27 anos. Ruy Castro escreveu ótimo texto na Folha de hoje dizendo que sim, é uma grande de uma coincidência tantos nomes conhecidos saírem de cena aos 27 e que não, não há uma idade certa para morrer. Leia:

Está bem, Amy Winehouse morreu com 27 anos, assim como Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Brian Jones, Kurt Cobain e outros que ficam na geladeira, todos por problemas relacionados ao uso de substâncias. Os 27 anos são coincidência. Mas há quem veja nisto um significado transcendental, como se esta fosse uma idade fatal para roqueiros.

Vejamos. Elvis Presley morreu aos 42, em 1977; Michael Jackson, aos 50, em 2009; Jerry Garcia, do Grateful Dead, aos 53, em 1995; John Phillips, do The Mamas and the Papas, aos 65, em 2001. E há outros que, com um inacreditável passado de drogas, estão milagrosamente vivos: Ron Wood, aos 64 anos; Eric Clapton, aos 66; Keith Richards, aos 67 -periga se tornarem bisavôs antes de morrer.

No jazz, a droga também ceifou gente de todas as idades. O trompetista Fats Navarro morreu aos 26 anos, em 1950; Charlie Parker, aos 34, em 1955; Billie Holiday, aos 44, em 1959. Mas Miles Davis, bem ou mal, conseguiu chegar aos 65 anos, em 1991, e Chet Baker, muito mal, aos 58, em 1988. Sem falar em Ray Charles, que usou heroína durante décadas e morreu aos 73, em 2004, de causas naturais.

No Brasil, Cazuza se foi aos 32 anos, em 1990; Elis Regina, aos 36, em 1982; Cássia Eller, aos 39, em 2001; Raul Seixas, aos 44, em 1989; e Carmen Miranda, aos 46, em 1955. Mas o incrível foi Garrincha ter chegado aos 49, em 1983, e Tim Maia, aos 55, em 1998, pelo que abusaram de si mesmos.

Todos os citados tiveram a vida ou a carreira alterada por álcool, maconha, cocaína, heroína, ácido ou remédios “controlados” -alguns, por uma dessas especialidades; outros, por várias; e ainda outros, por todas juntas. E isso não aconteceu por eles serem artistas, mais “rebeldes” ou “sensíveis” que a média. Mas por serem humanos, famosos, e por não faltar combustível para sua morte.

O texto está disponível aqui,  mas como é aberto apenas para assinantes, reproduzi aí em cima na íntegra.

Categoria: Jornalismo, Música

Tags: ,

26/jul 2011

Saiu o clipe de Crystalline, da Björk, dirigido por Michel Gondry

Mais uma peça do disco novo da Björk foi revelada hoje: o clipe do primeiro single, Crystalline. E que clipe lindo, dirigido pelo Michel Gondry (de Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças). É bem a cara da islandesa. Veja:

http://www.youtube.com/watch?v=wZhkfwrxNOc

E vazou também uma outra versão da música, remixada pelo músico sírio Omar Souleyman. Veja que delícia das arábias:

http://www.youtube.com/watch?v=rNwkYw9ISh8

Quem diria que esse disco da Björk, Biophilia, seria um dos que eu mais ia esperar esse ano.

Categoria: Clipes, Música

Tags: ,

26/jul 2011

Tributo a Is This It comemora dez anos do primeiro discos dos Strokes

Parece até que foi outro dia, mas já vão para dez anos desde que cinco garotos de Nova Iorque balançaram as estruturas do rock (ou novo rock, como passou a ser chamado depois deles), e inauguraram oficialmente o novo milênio, pelo menos para a música. Claro que estou falando dos Strokes e do histórico disco Is This It.

Is This ItQuando o primeiro disco dos caras foi lançado, em setembro de 2001, eles já estavam conhecidos no mundo todo, e foram a primeira banda a se aproveitar das benesses da internet para chegar aos olhos e ouvidos do mundo todo, e certamente teve papel fundamental nas mudanças que viriam à frente nos nossos hábitos de ouvir música.

Para comemorar os dez anos de Is This It, o site Stereogum lançou um tributo ao disco, em que vários nomes da cena independente regravaram, uma a uma, todas as 11 canções do álbum. Os nomes não são muito conhecidos do grande público (os mais famosos são Peter, Bjorn e John), mas a seleção é no mínimo interessante.

Stroked

As versões variam entre extremamente fiéis às originais (caso de Take It Or Leave It, da banda Computer Magic, e Is This It, com Peter, Bjorn e John) e quase irreconhecíveis (como New York City Cops, que virou um rap nas mãos do Heems, ou a etérea interpretação de The Modern Age do Chelsea Wolfe). Achei alguns covers desnecessários, mas valem pelo menos uma audição atenta, enquanto outros realmente se salvam, como a fofa versão de Last Nite do the morning benders. Inegável que um álbum do tamanho de Is This It merecia sim uma homenagem como esta. Ouça e tire você mesmo suas conclusões.

Categoria: Música

Tags:

25/jul 2011

E a Katy Perry na première do filme dos Smurfs?

Ontem rolou em Nova York a première do filme Os Smurfs, um dos mais esperados por este blog, que estreia dia 5 de agosto. Mas o mais legal mesmo foi a Katy Perry toda serelepe e loira, com um vestidinho da Smurfette (ela faz a voz da personagem no filme). É por essa e outras que eu amo a Katy Perry!

Katy Perry - Smurfs

Categoria: Cinema

Tags: ,

25/jul 2011

É de enlouquecer o primeiro trailer de Knights of Badassdom

Imagine a seguinte situação: um bando de nerds jogadores de RPG fazem uma sessão de Live-Action medieval, e pegam um velho livro de magias, sem saber que o tal livro é de verdade. Na inocência, os caras invocam um demônio do mal cujo hobbie é comer o coração das pessoas. Não seria um filme que você daria um rim pra assistir? Agora imagine no elenco nomes fodarásticos dos seriados, tipo Ryan Kwanted (o Jason de True Blood), Peter Dinklage (o anão chuta-bundas de Game of Thrones) e Danny Pudi (o Abed de Community). Pois esse filme existe, se chama Knights of Badassdom, e teve seu primeiro trailer divulgado durante esse fim-de-semana, na Comic-Con. Veja:

Knights of Badassdom ainda não tem data de estreia oficial, mas deve ser em 2012. Ansiedade desde já!

Categoria: Cinema, Trailers

Tags: , , ,

25/jul 2011

Primeira imagem conceitual de Os Vingadores

Coisa mais linda essa primeira imagem conceitual do mega-filmes Os Vingadores:

Os Vingadores

É só clicar na imagem para vê-la grande, muito grande, e esperar feliz até maio de 2012.

Categoria: Cinema

Tags:

23/jul 2011

Novidades sobre o filme do Homem-Aranha e o discurso emocionado de Andrew Garfield

Homem-Aranha na Comic-Con

Ontem rolou mais um painel concorridíssimo na Comic-Con 2011, a do filme O Espetacular Homem-Aranha. Sim, porque antes de mais nada vale salientar que o título brasileiro do filme mudou, do que seria O Incrível Homem-Aranha para O Espetacular Homem-Aranha, atendendo ao desejo de milhares de fãs. O painel começou com uma espetacular surpresa. Alguém vestido com a máscara de Homem-Aranha subiu ao palco e começou um discurso com as palavras “Eu acho que este deve ser o dia mais incrível da minha vida”. A surpresa: era Andrew Garfield, o protagonista do filme, e fã confesso do herói.

No belo e emocionado discurso que você viu aí em cima, Andrew fala sobre a importância do Homem-Aranha para ele, e como o personagem fez parte de sua infância.

E eu acho que todos nós gostaríamos de ter a coragem de defender mais a nós mesmos, de defender um ente querido, ou mesmo um estranho que você vê sendo maltratado, e Peter Parker me inspirou a me sentir mais forte. Ele fez com que eu, Andrew, fosse mais corajoso. Ele me mostru pra mim que fazer a coisa certa vale a pena. Vale a pena a luta, vale a pena a dor, vale a pena mesmo as lágrimas, as contusões e o sangue.

E o painel, um dos mais legais dessa Comic-Con, ainda teve mais coisas bacanas. Deu pra perceber que Andrew Garfield é uma graça de cara, bem-humorado e simpático, e que a química entre ele e Emma Stone, que faz Gwen Stacy no filme, é inegável. Foram mostradas também as primeiras imagens do Lagarto (Rhys Ifans), que será o vilão do longa. Ele é imenso (do tamanho do Hulk), tem a cara achatada e uma língua muito comprida. Quem viu se impressionou com a aparência do bicho.

Nas imagens exibidas deu pra perceber que o Peter Parker de Andrew Garfield anda de skate e gosta de rock. Em várias cenas ele usa uma camiseta dos Ramones. Ou seja, muito mais legal que Tobey Maguire. E falando nele, Andrew disse que recebeu um e-mail do antigo Peter Parker, parabenizando-o pelo papel. O ator ficou todo feliz, pois, segundo ele, é um grande fã de Maguire, e assistiu ao primeiro Homem-Aranha duas vezes seguidas, de tanto que gostou.

Andrew Garfield na Comic-Con

Pra completa, Garfield disse que ficou sabendo que seria o novo Peter Parker apenas meia hora antes que a notícia fosse divulgada para o mundo. Demorou até demais, já que no caso de Emma Stone, a notícia vazou 90 segundos depois que a própria soube que seria Gwen Stacy.

O Espetacular Homem-Aranha, é sempre bom lembrar, estreia dia 3 de julho de 2012, lá fora e também aqui no Brasil. O filme é dirigido por Marc Webb (de (500) Dias com Ela).

Categoria: Cinema

Tags: , ,

23/jul 2011

Amy Winehouse: 1983-2011

A cantora Amy Winehouse foi encontrada morta hoje pela manhã em Londres. A confirmação chegou por volta das 13h30, horário do Brasil. Como é triste ver o mundo perdendo uma das artistas mais geniais que surgiram neste século milênio, principalmente por um motivo tão estúpido: tentaram reabilitar Amy, mas ela disse “não, não, não”.

Amy Winehouse

Juro que ainda ontem, em um exercício de mórbida adivinhação, comentei com uma amiga sobre a nota que havia lido há alguns dias (no Lúcio), em que amigos de Amy diziam que ela estava caminhando para a morte. Era uma tragédia anunciada, afinal os problemas com álcool e drogas da cantora são evidenciados pela imprensa desde 2008. Sua última aparição pública foi no mês passado, na Sérvia, no show em que, graças à apresentação sofrível, foi fortemente vaiada pelo público. A cantora se limitava a murmurar partes das letras, e por várias vezes deixou o palco. O restante de sua turnê foi imediatamente cancelada. A última vez que se apresentou de forma moderadamente saudável foi aqui no Brasil, em janeiro.

Amy WinehouseO álbum de estreia de Amy Winehouse, Frank, foi lançado em 2003 com bastante sucesso, mas foi com Back to Black, genial disco de 2006, que a cantora alcançou os mais altos postos da música mundial, tendo ganhado cinco Grammys. O aguardado sucessor de Back to Black foi anunciado e cancelado sucessivas vezes, de acordo com as condições físicas da artista. A última música divulgada de Amy foi uma versão para It’s My Party, presente no último disco de Quincy Jones, do ano passado. Resta uma gravação inédita, de dueto com Tony Bennett para disco do artista a ser lançado em setembro, da música Boulevard of Broken Dreams, tema do filme Moulin Rouge de 1934.

Amy Winehouse cumpre à risca uma cartilha destrutiva, digna de astro do rock, e deixa a vida com cabalísticos 27 anos, mesma idade em que morreram Janis Joplin, Jimi Hendrix, Jim Morrison e Kurt Cobain.

Amy WinehouseAinda me lembro como se fosse hoje a primeira vez que ouvi a voz acachapante de Amy, e desde então acompanhei com interesse tudo o que era publicado sobre ela. Infelizmente era mais fácil encontrar notícias de Amy Winehouse nas páginas policiais que nas culturais. Amy se definia como uma menina simples e extremamente apaixonada. Foi a paixão pelo ex-marido, Blake Fielder-Civil, a perdição de Amy. A separação do problemático casal representou a tacada final na já cambaleante carreira de Amy. A própria Winehouse já cantara: “Love is a losing game”.

Sem dúvida Amy Winehouse deixará saudade, pela cantora brilhante que foi, cuja voz poderosa em nada combinava com sua personalidade frágil e seu estilo de vida suicida. Era uma morte de certa forma esperada, mas nem por isso menos sentida.

Descanse em paz, Amy Jade Winehouse!

 

Categoria: Música

Tags:

22/jul 2011

Veja trailer da segunda temporada de The Walking Dead

Hoje foi dia de The Walking Dead ter um aguardado painel na Comic-Con 2011, e o grande destaque foi a exibição do trailer do segundo ano da série, de cair o queixo. Veja:

http://www.youtube.com/watch?v=a15CCMF74n4

Entre as novidades contadas no painel estão que o segundo ano estreia no dia 16 de outubro, dois domingos antes da data inicial planejada para a estreia (na noite de Halloween), e serão 13 episódios. Uma ótima notícia, considerando que na primeira temporada foram apenas seis capítulos.

The Walking Dead

Segundo o criador da série, Robert Kirkman, a segunda temporada de The Walking Dead irá “deixar você completamente chocado”. Ele disse que essa temporada começa exatamente onde terminou a anterior, sem nenhum lapso de tempo. E acrescentou que os novos episódios terão tudo o que fez a gente amar a série na primeira temporada, mas em maior quantidade.

Vale lembrar que a primeira temporada chega às lojas do Brasil em DVD e Blu-ray no dia 14 de setembro, via PlayArte, em edição de luxo, com direito a áudio e legendas em português, e mais de 100 minutos de extras, tudo legendado em português. O preço do DVD triplo deverá ser R$ 79,90, e o Blu-ray duplo vai sair por R$ 89,90. A informação vem do Blog do Jotacê.

Categoria: Televisão

Tags:

Página 2 de 612345...Última »

Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons.
Fósforo. © 2011 www.fosforo.blog.br